Incêndio no Parque Horto Florestal em Ibatiba pode provocar desmoronamento de terra no futuro

Por Wanderson Amorim – 12 de agosto de 2019

O prefeito de Ibatiba, Luciano Pingo, disse que o incêndio no Parque Horto Florestal, uma das maiores florestas urbanas do País, ocorrido na noite deste domingo (11), pode colocar famílias em perigo no futuro por conta de possíveis desmoronamento de terra.

Pingo conta que equipes da Defesa Civil Municipal, Corpo de Bombeiros, Prefeitura e voluntários trabalharam por mais de 12 horas para controlar as chamas que só foram apagadas por completo às 2h, desta segunda-feira. “Nossa maior preocupação era que troncos de eucalipto quebrassem e rolassem sobre as residências, já que se trata de árvores enormes”, disse o prefeito.

Cerca de 70 famílias dos bairros Brasil Novo, Novo Horizonte e Floresta tiveram que deixar suas casas, pois áreas próximas aos seus imóveis foram atingidas num raio de um alqueire.

A Prefeitura, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros seguem monitorando a área e ainda não sabem as causas do incêndio. “Acreditamos se tratar de um incêndio criminoso, mas as causas ainda são desconhecidas. Estamos dialogando sobre a complexidade do problema. É uma situação difícil, complexa, pois são enormes árvores que precisam ser retiradas do local. O trabalho não vai ser fácil por ter residências próximas e precisa ser muito bem pensada essa ação. Ao mesmo tempo, se for retirada todas as árvores o terreno vai ficar nu e daí pode ocorrer, no futuro, desmoronamento de terra”, afirmou Luciano Pingo.

Diante da complexidade do caso, o município está tendo total apoio do Corpo de Bombeiros para achar o melhor caminho para menor impacto para a população e para a natureza.

Floresta Urbana

Luciano Pingo lembra que na década de 90 o Parque Horto Florestal era considerado a segunda maior floresta urbana do País, só perdia para a floresta da Tijuca, no Rio de Janeiro.

O espaço natural foi implantado em 1989. Em 2018, com o Decreto nº 48/2018, ele assumiu o status de parque, o que possibilita meios para a realização de vários projetos na área e para captação de recursos estaduais e federais para investimentos.

O Horto tem uma área de 190 mil metros quadrados e tem como proposta um espaço para pesquisa científica e desenvolvimento de atividades de educação ambiental e turismo ecológico, ficando sua administração sob responsabilidade da Secretaria de Meio Ambiente, Cultura e Turismo.

Em estudo apresentado para a Prefeitura de Ibatiba, o biólogo Leandro Sousa, membro da comissão que resultou na criação do parque, dezenas de espécies e aves foram catalogados no local.

“Foi registrado um total de 104 espécies e aves no local, dentre as aves registradas encontramos o Pixoxó que está ameaçado de extinção. Durante o estudo, observou-se também a presença de outros animais, como mamíferos de pequeno porte”, destacou Leandro no estudo apresentado em 2018.

Fonte: Aqui Notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *